Sobre criar filhos para o mundo

Sobre criar filhos para o mundo

Esse tema é algo muito polêmico para os corações maternos.

Coração de mãe é aquele que dá amor e carinho de forma incondicional. Cuidamos deles desde que estão dentro do nosso ventre para alguém inventar a tal frase que criamos para o mundo? No início pensava: ah faça-me o favor!

Mas ai então os anos foram passando, meus filhos foram crescendo e com tudo isso, meus pensamentos também mudaram. Hoje a tal frase faz total sentido para mim!

Temos os filhos impulsionadas pelo sonho da maternidade, da família completa, do amor incondicional… Quando eles nascem, e pelo menos nos primeiros anos é tudo muito intenso, trabalhoso e focado neles.

Quando vão crescendo começamos a nos voltar mais para nós mesmas, e esse é o primeiro passo para entendermos que criamos nossos filhos para o mundo. Deve estar se perguntando: Por que?

Se nós mães estamos seguras da nossa vida, fazendo coisas que são importantes para nós mesmas, conseguindo seguir com a nossa vida fora a maternidade, ai sim vamos entender. Agora, se a nossa vida for somente focada nos filhos e nos esquecermos, aí fica realmente complicado entender essa questão.

Não dá para preencher nossa vida somente com a maternidade, pois certamente colocaremos muitas expectativas em cima dos nossos filhos. E são essas expectativas que frustram e nos cegam para entendermos que criamos filhos para o mundo.

Se não estivermos bem resolvidas com essa questão, nossos filhos terão dificuldades para seguir o caminho deles e dificilmente se sentirão seguros.

Os anos vão passando e cabe a nós mães darmos ou não autonomia e independência para eles. Quanto menos soubermos lidar com isso menos autonomia daremos e mais difícil vai ser para nós e, principalmente para eles.

Por isso, penso que a melhor maneira para nós mães compreendermos que amar é ajudar os nossos filhos a seguir em frente mesmo que lá adiante o caminho deles não ande ao nosso lado é uma só: nos amar e termos nossa vida fora a maternidade.

Se ame se valorize e tenha a sua vida. É inevitável eles vão crescer, vão para o mundo temos que ficar felizes com isso e nossa vida tem que seguir!

 

(Visited 5.665 times, 1 visits today)
Thaís Vilarinho

Mãe de dois meninos lindos Matheus e Thomás, Fonoaudióloga Clínica. Pratico corrida e Muay Thai. Adoro escrever, viajar, escutar música, ver um bom filme, sair e estar com a família e os amigos. Sou curiosa, adoro conhecer e aprender coisas novas.

Share This Post

4 Comentários

  1. Thais - 25 de março de 2016

    Seria uma honra compartilhar minha história com vc. Acesse blogdeumfuturopai.wordpress.com

  2. Grazi Calazans - 20 de agosto de 2016

    Oi Thaís!

    Descobri teu blog esses dias no face de uma amiga e estou adorando, supre me identificando com teus textos! Sobre este em especial, eu desde que engravidei da minha primeira filha (há 12 anos atrás) eu sabia que ia criá-la para o mundo! E assim tenho feito com ela e com o irmão dela, de 5 anos, até hoje. Acho que sou muito mais amiga do que mãe, muito mais crianças como eles e o que impera na nossa relação é a amizade, o amor e o respeito. O nome do teu blog tb me disse muito, pq eu sempre me senti uma mãe muito fora da caixa, eu crio meus filhos atualmente em unschooling e tenho um projeto de viver com eles em um motorhome. Lá no meu site eu falo um pouco dessa coisa de ser uma mãe um pouco diferente! Adorei conhecer histórias de outras mães fora da caixa como eu :)

    Um beijo e sucesso!

Escreva um comentário