Dias e anos na maternidade

Dias e anos na maternidade

É exatamente assim.

Os dias passam lentamente…

Lembro de dias intermináveis de cansaço sem fim, exaustão total!

Dias que eu precisava desesperadamente  dormir e meus filhos acordavam 6 vezes durante a noite.

Dias que eu passava horas segurando as mãozinhas deles porque estavam aprendendo a andar.

Dias que estavam doentes e em função da angústia de vê-los com febre e tosse, o dia se arrastava.

Entretanto os anos tem voam…

Tenho saudade de quando eram menores, passaria por qualquer exaustão para tê-los bebezinhos nos meus braços.

Tenho saudade de amamentar de madrugada.

Saudade dos primeiros passinhos.

Saudade de ser o colo que acalentava quando estavam doentes.

Cada ano que passa e olho as fotografias, sinto um aperto no peito.

Eles crescem muito rápido, passa muito rápido.

Ao mesmo tempo que aperta o peito é gostoso vê-los crescer!

Por que nós, mães, somos tão complicadas?

O que queremos?

Que os anos passem devagar e os dias passem rápido?

A gente também não sabe o que quer né?

Só quem é mãe vai entender como eu me sinto.

Texto: @maeforadacaixa

(Visited 24 times, 1 visits today)
Thaís Vilarinho

Mãe de dois meninos lindos Matheus e Thomás, Fonoaudióloga Clínica. Pratico corrida e Muay Thai. Adoro escrever, viajar, escutar música, ver um bom filme, sair e estar com a família e os amigos. Sou curiosa, adoro conhecer e aprender coisas novas.

Share This Post

Escreva um comentário