Quando eles viram colo

Quando eles viram colo

“Ah, essa maternidade que nos modifica a cada dia, que nos faz doar de uma maneira inacreditável, que nos esgota de uma forma inexplicável também nos surpreende. Sim, surpreende e de uma maneira tão doce, genuína e cheia de amor.

Amor! O mesmo que a gente deu, volta e nos envolve em um abraço, em um colinho, em uma palavra, em um olhar, em um conforto.

Vocês que estão com seus bebês em fase de se doar dia, noite e madrugadas imaginam que um dia eles podem ser colo para vocês?

Nesse colinho do Thomás, em um dia que eu estava meio pra baixo, fechei os olhos e pude sentir todo o amor que eu dei voltar para mim. Aquela nossa doação materna sem fim se transforma em amor de volta.

Ele me olhou profundamente é disse: – Mamãe o que você tem? Deita aqui no meu colinho para eu te dar um carinho.

Ahhhhhh, eu não tive dúvidas, deitei naquelas perninhas redondinhas que ainda tem um “restinho” de bebê. As mãozinhas pequenas passaram pelos meus cabelos assim como eu fiz (e continuo fazendo) tantas e tantas vezes com ele. Aquela boquinha fez um biquinho e beijou a minha mão exatamente como beijo a dele. A sensação, é tão, mas tão boa! É um presente de Deus embrulhado com fitas vermelhas em um pacote bem grande, tão grande que a gente quase não consegue segurar com os braços.

Apenas seis anos e ele percebeu que eu precisava de colo! Por isso, podem ter certeza que toda essa doação cheia de amor nunca será em vão, esse amor que a gente dá fica ali guardado no coraçãozinho deles, e quando volta é LINDO! Como é bom ser colo para um filho, mas como é bom ganhar o colo de um filho.

Sentir o amor voltar é ter a certeza de estar no caminho certo.”

(Visited 191 times, 2 visits today)
Thaís Vilarinho

Mãe de dois meninos lindos Matheus e Thomás, Fonoaudióloga Clínica. Pratico corrida e Muay Thai. Adoro escrever, viajar, escutar música, ver um bom filme, sair e estar com a família e os amigos. Sou curiosa, adoro conhecer e aprender coisas novas.

Share This Post

Escreva um comentário