Compartilhar experiências é diferente de doutrinar

Compartilhar experiências é diferente de doutrinar

“Bebês de 6 meses não podem consumir sal.”

“Crianças menores de 2 anos não devem consumir açúcar.”

“Até tal idade só pode brincar com brinquedos educativos.”

“Até outra idade, nada de televisão ou aparelhos eletrônicos.”

“Manga com leite da nó nas tripas.”

“Pegar vento entope o nariz.”

“Linha com cuspe grudada na testa faz passar soluço.”

“Criança que fica no colo fica mimada.”

Estudos, teses, teorias fundamentadas cientificamente, mas também muitas maluquices, crendices, sandices sem nenhum respaldo confiável a não ser a opinião da vizinha da prima da tia da cunhada da irmã da sua amiga.

Toda mãe tem direito de seguir os conselhos que quiser, e exercer a maternidade do modo que bem entender.

Pode até compartilhar suas experiências com outras mães como forma de aprendizado.

Compartilhar é saudável, mas se vangloriar do seu “modus operandis” dentro de casa e apontar o dedo é uma agressão.

A diferença está na pregação. No querer doutrinar outras mães a fazer as coisas de outra maneira.

A diferença está no julgamento.

Se você internaliza certas verdades e leva isso para seu dia-a-dia com sua criança, saiba que isso é o seu modo de maternar.

Seu, e só seu.

Se você tem certeza absoluta que cuspir na testa do seu filho e colar um pedaço de linha vai fazer o soluço desaparecer, assim o faça, com fé.

Mas não desdenhe ou julgue mães que colocam isso no topo da lista de absurdos maternos.

Não transforme uma escolha que foi sua em uma verdade absoluta a qual todas devem se curvar e seguir, ou do contrário serão classificadas como péssimas e irresponsáveis.

Escute, filtre, entenda, aceite e siga sua vida.

Faça do seu jeito, escolha o que se encaixa no seu estilo de vida, o que está de acordo com suas crenças e valores.

E seja qual for a sua escolha, apenas faça com amor.

Texto da leitora: @leticia_pratti

.

Pense em um amor pelos textos das leitoras. Tão bom compartilhar, tão linda essa rede de apoio que a gente criou por aqui! Eu só tenho a agradecer vocês!

(Visited 270 times, 1 visits today)
Thaís Vilarinho

Mãe de dois meninos lindos Matheus e Thomás, Fonoaudióloga Clínica. Pratico corrida e Muay Thai. Adoro escrever, viajar, escutar música, ver um bom filme, sair e estar com a família e os amigos. Sou curiosa, adoro conhecer e aprender coisas novas.

Share This Post

Escreva um comentário