Como assim…mãe fora da caixa?

Como assim…mãe fora da caixa?

Há dias venho pensando sobre meu PRIMEIRO POST…Quanta responsabilidade escrever sobre o tema do Blog.

Acho que se tivesse que definir em uma única palavra o que é ser uma mãe fora da caixa seria: Equilíbrio!

Por quê?

Porque é ser uma mãe presente no dia a dia e na educação dos filhos, e ao mesmo tempo, ter sua identidade como mulher. Dessa maneira, com equilíbrio, certamente você não se perderá nas profundezas desse mar chamado maternidade ao ponto de não se encontrar mais.

Mar?

Sim! Um mar cheio de desafios, amor sem fim, insegurança, cansaço, carinho, paciência, sono, sorrisos, choro, felicidade, desespero, enfim, um mar de sentimentos!

Eu mesma já mergulhei fundo, mas tão fundo, que por muito tempo, não sabia quem eu era. Os meus assuntos eram somente sobre meus filhos, sobre fraldas, amamentação,onde eu deveria levá-los para passear, sobre a alegria de ser mãe, sobre o meu cansaço, ou seja, vivia a maternidade dia após dia.

Hoje , quando eu penso sobre isso, vejo como foi um mergulho perigoso. Atualmente, vendo com outros olhos, percebo como podia estar sendo chata e até inconveniente ao falar somente sobre os mesmos assuntos. E é ai que eu queria chegar…

A maternidade é somente uma PARTE das nossas vidas, e não a NOSSA VIDA.

Se você que é mãe  e continua somente mergulhada nesse mar, sem se importar com você ou com outras coisas e pessoas que não fazem parte desse mundo, não me entenda mal,  (eu mesma ja estive nesse lugar) tente começar a refletir sobre isso!

Quero saber…Há quanto tempo você não sai para namorar seu marido? Um jantar romântico, sair para dançar ou um simples cinema são essenciais para que a famosa chama não se apague. .Lembre-se também dos seus amigos antigos com quem você já não fala há algum tempo, (somente em redes sociais) encontre com eles e, se não der, ligue para eles. Pense também nas amizades novas que pode fazer,às vezes escutamos tanta gente pessimista falar que não se faz verdadeiros amigos depois dos 30. Tudo uma grande bobagem. A vida se abre para quem esta aberto para ela! Simples assim!

Lembre-se do que te fazia sorrir, das músicas que gostava de escutar, dos livros que gostava de ler, do esporte que gostava de praticar. Questione-se sempre – O que me faz feliz?

Tenha certeza de que tudo isso pode voltar a fazer parte da sua vida , talvez em doses menores, mas pode voltar. Porque, afinal de contas, você não tem que escolher uma coisa ou outra. Com o equilíbrio, você pode desfrutar de tudo, tanto da maternidade quanto da sua identidade! Você pode sim ser uma mãe fora da caixa!

 

(Visited 372 times, 1 visits today)
Thaís Vilarinho

Mãe de dois meninos lindos Matheus e Thomás, Fonoaudióloga Clínica. Pratico corrida e Muay Thai. Adoro escrever, viajar, escutar música, ver um bom filme, sair e estar com a família e os amigos. Sou curiosa, adoro conhecer e aprender coisas novas.

Share This Post

8 Comentários

  1. Patricia - 13 de abril de 2014

    Thais,

    Amei seu post….Me fez refletir um pouco….

    Muito sucesso com o nosso blog e quando vier pra Campinas, me procura pra gente se reencontrar…

    Bjus

    Paty

    • Thaís Vilarinho
      Thaís Vilarinho - 13 de abril de 2014

      Que bom que gostou Paty,

      O Blog nasceu exatamente com esse intuito reflexão, pensar diferente, pensar fora da caixa! Adorei seu comentário Bjos com carinho!

  2. Daniela Cassab - 13 de abril de 2014

    Thaís,
    Adorei o tema do seu blog, me identiquei muito com seu texto.
    Boa sorte e sucesso!

  3. roseli - 14 de abril de 2014

    Belas palavras filha, ditas com a alma. Parabéns!!!. Sucesso!

  4. Elizabeth de Bessa Tofani Salles - 14 de abril de 2014

    Parabens, Thais!
    Gostei muito da sua ideia!!!
    Suas palavras sao realmente aquilo q todas as maes passam e muitas vezes n/ sabem expressar….
    Que Deus continue lhe dando palavras c/ sabedoria e discernimento!!!!
    Betty (mae da Erika Tofani)

    • Thaís Vilarinho
      Thaís Vilarinho - 14 de abril de 2014

      Oi Betty, Nossa fico extremamente feliz com as suas palavras que com certeza é um exemplo de mãe criando seus três filhos com tanto amor e carinho! Parabéns pela filha que é uma das mães em quem eu me inspiro para criar meus filhos e seguir em frente! Tenho a Érika como uma irmã! Bjos no seu coração!

Escreva um comentário