Tempo X Tecnologia

Tempo X Tecnologia

Tenho reparado muito como nós mulheres, principalmente as mães, vivemos uma vida louca nesses tempos de infinitas possibilidades e muita tecnologia. A sensação é que existe uma sobrecarga de afazeres desde a hora que acordamos até a hora que vamos deitar.

Estamos vivendo como se nosso tempo por aqui nunca fosse acabar. É uma correria maluca e parece que sempre estamos devendo algo para alguém não é mesmo?

No início eu achava que toda essa tecnologia só nos ajudaria a economizar tempo e dinheiro e que seria ótimo nos aproximar, mesmo que virtualmente, de pessoas que não fazem mais parte do nosso dia a dia. Hoje eu vejo que sim, claro, existem muitas vantagens, mas por outro lado tenho impressão que esse mundo high tech está nos devorando. Tenho me assustado muito porque a verdade é que temos que dar conta de tudo e o celular não para: E-mails,  Mensagens no whatsup, Redes Sociais, nossa é coisa demais! Queremos que o nosso tempo seja cada vez maior para conseguirmos fazer tudo, quando na realidade os nossos dias continuam tendo as mesmas 24 horas que sempre tiveram.

E nessa história, com toda a certeza, as mulheres são as mais prejudicadas! Por que? Simples, porque além dos filhos, da casa, do trabalho, do marido, do livro, do lazer, que já são pontos super conhecidos há décadas, ainda temos que dar conta da tal da tecnologia que demanda muito tempo! Então, acabamos apertando inúmeras atividades no nosso pequeno dia, corremos pra lá e pra cá para que  no finzinho do dia, com muita força, sobre alguns minutos para fazermos algo que gostamos. Alguns minutos? Como assim?

Penso que essa vida acelerada demais que estamos levando é um verdadeiro equívoco. Não dá para viver assim, é praticamente uma tortura lutar para termos tempo para nós mesmas. Em função disso comecei a pensar em algo que tem me ajudado muito a lidar com tantos afazeres que é o seguinte: menos é mais ! Muito mais no que diz respeito a qualidade de vida! Não dá para ficarmos completamente malucas cuidando das crianças, de todo o resto e ainda por cima respondendo e-mails, mensagens quando na verdade devemos parar, olhar em volta e tentarmos capturar o que realmente achamos importante, porque se deixarmos a tecnologia dominar, até o que é importante ficará de lado, e isso é assustador!

Por isso o conselho é identificar tudo o que incomoda, e chamar tudo isso  de “problema” para que possa ser resolvido da melhor maneira e assim melhorar sua qualidade de vida!

E olha, não estou dizendo aqui que temos que abandonar a tecnologia e o trabalho para viver bem. Acho que o que precisamos é sermos mais seletivos, objetivos, e gastarmos menos tempo com o que não tem grande relevância, ou com o que não gostamos de fazer Ex: Supermercado, para quem não gosta, é muito ruim ter que ir mais de uma vez por semana . Dessa maneira a melhor dica é organizar tudo. Veja o que está faltando e conte que só voltará para fazer compras em uma semana. Outro Ex: Tecnologia, se você acha que ela está te engolindo, esqueça o celular em momentos que você quer focar no que ama. A reunião familiar acaba sendo no período da noite, por isso nesse período é importante que o foco seja a família e a convivência. Concorda que não tem problema algum responder os e-mails e as mensagens no outro dia. Entendem do que eu estou falando? É dessa afobação e imediatismo que a tecnologia tem causado em nossas vidas! Vamos tentar ficar só com o que tem de bom nela?

O fato é que precisamos tomar as rédeas do nosso tempo e entender a realidade que ele traz, não dá para vivermos como se ele não tivesse fim. Tentar aumentá-lo é uma ilusão e um erro porque o que devemos fazer é respeitá-lo e viver de verdade cada momento focando no que realmente importa! Vamos valorizar nosso tempo buscando caminhos para que possamos aproveitar e viver verdadeiramente várias áreas da nossa vida com a tão sonhada qualidade de vida!

 

(Visited 334 times, 1 visits today)
Thaís Vilarinho

Mãe de dois meninos lindos Matheus e Thomás, Fonoaudióloga Clínica. Pratico corrida e Muay Thai. Adoro escrever, viajar, escutar música, ver um bom filme, sair e estar com a família e os amigos. Sou curiosa, adoro conhecer e aprender coisas novas.

Share This Post

2 Comentários

  1. Marcinha - 26 de setembro de 2014

    Parece que levei um soco no estômago… Penso exatamente assim, principalmente em relação ao imediatismo e a urgência que supostamente temos em responder ou atender à tecnologia que esta muito acessível, logo ali no cel…
    Ja me propus varias vezes a resolver as coisas e usar as maravilhas do iPhone no período da tarde para deixar a noite livre para os homens da minha vida. Mas a verdade é que o cel apita o som de uma msg chegando e qdo vejo, estou lá respondendo…
    Prioridades. Temos que rever nossas prioridades. Muito bom o texto, Tha. Me fez repensar muita coisa! Bj

Escreva um comentário