Sobre ter a sua maternidade e ter mães amigas

Sobre ter a sua maternidade e ter mães amigas

“Nunca se compare a outras mães, afinal seus filhos são diferentes dos delas, assim como você é diferente delas! Ahhh e o mais importante: você até pode dizer o que sente de verdade, mas algumas mães não.

Veja se não é assim que acontece…

Você diz:

– Nossa, meus filhos andam brigando tanto!

Aí escuta:

– Que chato, já os meus são tão amigos!

– Ando tão exausta, a maternidade muitas vezes cansa!

– Jura? Eu não, curto demais!

– Meus filhos andam tão desobedientes.

– Os meus são ótimos, me obedecem sempre!

Se você conhece esse tipo de mãe “perfeita” FUJA, pois nós que falamos a real acabamos, em algum momento, nos sentindo péssimas e nos questionando se estamos fazendo algo errado. Na TPM então nem se fala né?

Mas não se sinta-se assim, por favor. Continue lendo…

Com algum tempinho de maternidade a gente aprende algumas coisas valiosas:

1  Saber para que pessoa vamos dizer nossos sentimentos sobre a maternidade.

2 Não acreditar em tudo o que escuta, principamente quando vem de uma “mãe perfeita”.

3 Perceber que a maternidade não é “tranquila” para ninguém.

É muito importante termos “amigas mães confidentes” que falem a nossa língua! Amigas que na hora de um desabafo nos acolham e nos dêem força, ao invés de dizer que com elas é tudo “perfeito”.

Estamos todas nessa grande, deliciosa e difícil confusão que é a maternidade.

A diferença é que algumas escondem a parte difícil, outras não.”

Texto: Thaís Vilarinho @maeforadacaixa

E na foto as super amigas Rachel e Mônica  do friends! Imagina se o seriado não tivesse acabado as conversas que rolariam sobre a real da maternidade, eu ia amar assistir!

(Visited 363 times, 1 visits today)
Thaís Vilarinho

Mãe de dois meninos lindos Matheus e Thomás, Fonoaudióloga Clínica. Pratico corrida e Muay Thai. Adoro escrever, viajar, escutar música, ver um bom filme, sair e estar com a família e os amigos. Sou curiosa, adoro conhecer e aprender coisas novas.

Share This Post

Escreva um comentário