Uma carta para a Culpa Materna

Uma carta para a Culpa Materna

Senhora Culpa Materna,

Porque insiste em me visitar principalmente nos dias mais cansativos?

Vocé é mesmo muito espaçosa né? É aquele tipo de visita que aparece sem avisar nos momentos mais inoportunos.

Você geralmente aparece depois de um dia que tive que educar arduamente, em um dia que tive que pedir para meus filhos pararem de brigar milhões de vezes, dias em que a malcriação bate recordes por aqui, ou em dias que as respostas dos filhos é não para tudo.

Sim, porque nesses dias tenho que impor limites, ser mais dura do que em dias tranquilos e você chega chegando.

Antes você passava mais tempo por aqui, demorava para ir embora. Agora com os meninos maiores e com a minha auto estima legal tudo mudou. Acredito demais no que eu faço como mulher e como mãe e sobretudo não busco mais a perfeição, e sim me aceito como humana com erros e acertos, dias bons e ruins.

Por isso Culpa Materna você aparece, ok isso é fato. Mas como uma visita desagradável dou logo um jeito de colocar a vassoura atrás da porta e te mandar embora. Além disso, tenho eles para dizerem que eu sou a melhor mãe do mundo.

Texto: Thaís Vilarinho @maeforadacaixa

(Visited 619 times, 1 visits today)
Thaís Vilarinho

Mãe de dois meninos lindos Matheus e Thomás, Fonoaudióloga Clínica. Pratico corrida e Muay Thai. Adoro escrever, viajar, escutar música, ver um bom filme, sair e estar com a família e os amigos. Sou curiosa, adoro conhecer e aprender coisas novas.

Share This Post

Escreva um comentário