Mães precisam ser cuidadas

Mães precisam ser cuidadas

Vejo amigas, conhecidas, enfim, mães se queixando toda a hora da sobrecarga da maternidade.

Acho que a parte mais difícil da maternidade não é passar noites sem dormir ou o aperto no peito que dá quando os filhos estão doentes. A parte mais difícil é não ter alguém para contar, não ter um ombro para chorar quando precisamos. Sei que a maternidade não é fácil, e que a gente tem que enfrentar. Mas um carinho, uma palavra de consolo acalma o coração da gente.

Muitas vezes não estamos bem e, mesmo assim, precisamos cuidar, educar e orientar os filhos, e ai está a parte mais dura. Como vamos cuidar de alguém se não estamos bem com nós mesmas? Com quem podemos contar nessas horas?

Outro dia escutei o marido de uma amiga falando: Mãe não pode ficar doente! Como assim? Será que ele acha que somos ETs? A mulher vira mãe e pronto, uma mágica acontece e ela não fica mais doente.  Será que ele entende a carga que a maternidade traz para a mulher? Faça-me o favor né? O pensamento deveria ser: Se a minha esposa ficar doente eu seguro as pontas para ela poder se recuperar com tranquilidade.

Essa é a palavra: Tranquilidade! Precisamos de pessoas que nos deem tranquilidade para lidarmos com a maternidade. Precisamos aceitar e querer pessoas com interesse em participar. Precisamos ter amigas de verdade, aquelas que podemos falar de tudo, para desabafar. Precisamos oferecer o ombro para as nossas amigas que são mães também.

Temos que aceitar e entender que não somos mulheres maravilha e que precisamos contar com pessoas para a criação dos nossos filhos. É difícil, eu sei. No início queremos fazer tudo, mas com o tempo percebemos que fazer tudo, sempre, não é humano, e fazer tudo, sempre, com a cabeça boa é impossível, pois somos seres humanos. Temos momentos bons e momentos ruins. Temos crises no casamento, tem mulheres que se separam, temos TPM, perdemos pessoas queridas, temos nossos medos…

Precisamos entender que contar com pessoas não significa não cuidar dos filhos. Contar com pessoas significa se preocupar com nós mesmas, afinal de contas precisamos ter vida fora a maternidade.

Muitas mulheres se separam e ficam com a carga todinha para elas. Elas devem procurar ou na família, ou nos amigos alguém que possa contar nas situações que ela não esteja bem.Elas devem também mostrar para o pai da criança o seu papel,porque não é só porque separou que o pai não tem mais responsabilidades com os filhos. Muitas mulheres são casadas e mesmo assim ficam com a carga todinha para elas. Isso é inadmissível.

Erramos muito e tudo o que não precisamos é alguém pontuando, toda hora, os nossos erros. Temos, sim, que estar abertas para conversar de erros, mas por favor, fale conosco de um jeito tranquilo. Porque já não é fácil errar, errar com filhos então é muito doloroso.

Se você tem alguém da família que é mãe, ou uma amiga, ou se você é o marido, ou o namorado de uma mulher que é mãe se mostre aberto para dar colo, para falar sobre o assunto que ela quiser, para sair com ela sem as crianças. Cuide dela porque ela dedica a vida cuidando de alguém.

Nós mães somos seres humanos! Nós mães precisamos ser cuidadas! Nós mães precisamos de carinho!

(Visited 970 times, 1 visits today)
Thaís Vilarinho

Mãe de dois meninos lindos Matheus e Thomás, Fonoaudióloga Clínica. Pratico corrida e Muay Thai. Adoro escrever, viajar, escutar música, ver um bom filme, sair e estar com a família e os amigos. Sou curiosa, adoro conhecer e aprender coisas novas.

Share This Post

Escreva um comentário