Muito obrigada, mas eu não quero ser uma mulher perfeita

Muito obrigada, mas eu não quero ser uma mulher perfeita

“Eu realmente não sei em que momento isso aconteceu. Não sei se foi após um dia exaustivo querendo me dedicar perfeitamente a tudo e a todos, ou se foi em um dia mais tranquilo e introspectivo. Não sei se foi depois de duas taças de vinho em um jantar com amigos, ou se foi completamente sóbria, após me levantar pela manhã.

Só sei que eu decidi e me libertei! Me libertei de algo imposto a nós mulheres: “sermos perfeitas”, “super mulheres”, “mulheres maravilha”. Hoje eu digo com toda a certeza, não muito obrigada, não tenho mais intenção de ser nada disso. Esse pacote é muito pesado, consome grande parte da minha vida e acaba com meu bem estar. Eu não quero mais dar conta de tudo perfeitamente bem, cansei de equilibrar tantos pratos e de por panos quentes para continuar sendo ” super-perfeita” em todos os aspectos.

Sabe aquela que está sempre em dia com tudo? Então, não estou mais em busca disso, porque essa não sou eu! E posso falar, acho que essa não é ninguém.

Não se assustem, não vou largar meus filhos e sair em um ano sabático pela Ásia, não é nada disso. Eu só estou me aceitando com os meus defeitos, com os meus esquecimentos, com as minhas vontades, com minhas mudanças de humor, com a mãe que eu posso ser, com quem de fato eu sou.

Pode até parecer loucura, mas juro para você que é sanidade pura!

Eu troco armário arrumado por sessão longa de beijinhos, cosquinhas e abraços no sofá.

Eu troco me arrumar e maquiar por mais uma hora escrevendo para vocês.

Eu troco cozinha organizada por brincadeiras e correria pela casa com os meus filhos e nossa cachorra

Eu troco ter o melhor corpo que eu consigo por mais 2 horinhas de sono algumas vezes na semana e um café com bolo.

Eu troco sorriso de todos por sorrisos maiores de quem realmente se importa comigo.

Já faz um tempo que a decisão foi tomada e desde então tirei um peso gigante das minhas costas.

Eu quero ser eu, com meus defeitos e qualidades e não o que esperam de mim!

Acho que é isso, precisamos olhar mais para a gente e limpar tudo o que a sociedade impõe para descobrirmos quem somos de fato.

E você, tem trocas a fazer?”

(Visited 293 times, 1 visits today)
Thaís Vilarinho

Mãe de dois meninos lindos Matheus e Thomás, Fonoaudióloga Clínica. Pratico corrida e Muay Thai. Adoro escrever, viajar, escutar música, ver um bom filme, sair e estar com a família e os amigos. Sou curiosa, adoro conhecer e aprender coisas novas.

Share This Post

Escreva um comentário