Érica Rosseto – em busca de novos ventos

Érica Rosseto – em busca de novos ventos

Conheci a Érica na escola e nos tornamos bem próximas. Ela sempre me falou da vontade de voltar a morar no interior, porém a mudança sempre era adiada por vários motivos. A cada ano a vontade crescia, até que no início desse ano ela realizou seu desejo e foi morar em Valinhos. Hoje ela nos conta um pouquinho da decisão e como sua vida mudou.

Inspiração para quem tem essa mesma vontade e olha que conheço várias pessoas.

Érica, obrigada pelo carinho e pelo depoimentos, você mora no meu coração.

Olá́, Meu nome é Érica, tenho quase 40 e moro quase em Campinas. Isso mesmo há três mese eu e a minha família fizemos o que todos diziam que seria uma loucura, mudar, ou melhor, voltar para o interior, trocamos São Paulo por Vinhedo, sabe onde fica? Entre Jundiaí́ e Campinas é uma cidade muito pequena com muitos condomínios e a predominância de pessoas que vieram de fora.

O namoro para vir é de longa data, mais ou menos uns oito anos. mas as circunstancias sempre adiaram o retorno, as vezes por um trabalho bacana, outras por medo mesmo. No ano passado tomamos a decisão e intensificamos a procura, e não é que nos 45 minutos do segundo tempo, mais precisamente em outubro fechamos a compra da casa.

Tudo pronto, mudança organizada e planejada, casa quase pronta, férias adiadas… Chega o grande dia !!!!!

Digamos que as duas primeiras semanas foram bem diferentes, na primeira noite caiu uma tempestade que ninguém dormiu 03h da manhã todos na cozinha de tanto medo… Isso incluiu meus pais que também moram no interior. Além disso, a nossa tão esperada casa, deu alguns probleminhas técnicos que ainda estão em fase de ajuste. Mas tudo era novidade, a mudança de SP foi como se estivéssemos mudando para outro país. TUDO é diferente, o ritmo é outro, as pessoas falam com você̂ como se te conhecessem há 20 anos, e confiam na mesma proporção… E isso quando você̂ vem de uma vida louca que é Sampa, é quase uma ofensa você̂ demora para entender e até processar, mas era mesmo tudo isso que eu queria, eu queria atenção, eu queria generosidade, eu queria pessoas que gostassem de mim não pelo que eu tenho e sim pelo o que eu sou e aqui eu encontrei. Encontrei novas amizades uhuhuhuh, achei que ia demorar muito mas não demorou, pessoas que se ajudam, que te querem bem, independente se seu carro é importado ou não, se sua roupa é de grife ou não, se você̂ vai para Orlando duas vezes no ano ou não. Eheheheh too adorando tudo isso, é claro que sinto falta da rapidez de alguns serviços, mas por outro lado estou exercitando uma coisa que tinha perdido até com meus filhos que é a paciência, parar para escutar as pessoas, respeitar as outras opiniões…

É incrível como o cheiro e o sabor das coisas começa a ter outro significado ontem fui na padaria Alemã̃ comer um bretzel e um café́ delicioso, aqui o tempo ganhou mais horas e eu consigo fazer tanta coisa mas também como aqui é muito sossegado e o único barulho que escuto são dos patos e gansos que habitam o lago de frente para minha casa eu durmo com os patos e acordo tão cedo quanto os patos.

Outro dia meu filho me disse: “Mãe vou andar de patinete em volta do lago tá !” –
Ahhh !?!? Sim, ele pode fazer isso aqui, antes eu tinha medo de deixar meus filhos descerem o elevador do prédio, vai saber quem poderia estar no elevador?!
Eu não sei vocês, mais eu estava ficando neurótica e meus filhos viviam numa bolha, chamada apartamento, e depois entravavam na bolha carro, que ainda não era blindado mais estava em vias de virar, e iam para a bolha escola. Agora um mundo de possibilidades se abriu, e criança que é uma coisa Divina entendem rapidinho, e estão curtindo a beça essa tal liberdade.

Eu só́ tenho a agradecer meu marido, meus filhos e nossa família por nos ajudar a sonhar junto este sonho que se transformou uma realidade e nos invade de tanta felicidade.

Abraços do interior, 

Érica”

(Visited 328 times, 1 visits today)
Thaís Vilarinho

Mãe de dois meninos lindos Matheus e Thomás, Fonoaudióloga Clínica. Pratico corrida e Muay Thai. Adoro escrever, viajar, escutar música, ver um bom filme, sair e estar com a família e os amigos. Sou curiosa, adoro conhecer e aprender coisas novas.

Share This Post

Escreva um comentário