Os Trinta e oito e meio de Maria Ribeiro

Os Trinta e oito e meio de Maria Ribeiro

Gosto muito da Maria Ribeiro, sua autenticidade e sinceridade são características fortes que eu admiro demais. Adoro assisti-la no programa da GNT Saia Justa, ler suas crônicas na TPM e, é claro, vê-la atuar como atriz.

Soube que ela lançaria o livro em São Paulo e fui conhecê-la na noite de autógrafos. Me surpreendi com mais algumas características da Maria: carinho e doçura com todos que estavam ali.

Comprei o livro e li em três dias, quando chegou ao fim fiquei com pena de ter acabado.

A forma natural como ela abre o coração para o leitor é deliciosa! Maria fala com muita emoção sobre tudo o que escreve: amor, filhos, amizades, família, sentimentos, envelhecimento, infância, vida, morte e uma infinidade de outras coisas. Fora que me apaixonei pelas ilustrações incríveis de Rita Wainer, que completam o livro dando ainda mais graça e leveza para os “Trinta e oito e meio de Maria Ribeiro.”

Trinta e oito e meio” é para mim, o tipo de livro que me emociona e que me identifico por falar sobre coisas que a própria autora sente e pensa, e não ser uma história inventada. Acho que o segredo do livro ser tão interessante de ler, é que ela escreve suas crônicas como quem escreve em um diário, sem a preocupação de estar escrevendo uma boa história. A preocupação, talvez, seja em conseguir colocar no papel tudo o que ela pensa e sente sobre o que está escrevendo, e isso Maria faz com primor.

Me identifiquei em tantos momentos… li a crônica que ela escreveu para a irmã, e por coincidência eu estava sentada ao lado da minha irmã. Chorei!

A crônica da viagem das amigas em Londres é especial para mim, já que há pouco tempo viajei com amigas queridas para Nova York.

Falar de Maternidade com leveza e sinceridade é dom para poucos.

Me emocionei com o amor que ela sente pela casa onde morou enquanto crescia, tenho a mesma sensação pela casa que cresci em Campinas.

Por essas e outras, minha amiga de IG, te dou os parabéns por escrever um livro tão grandioso e, ao mesmo tempo, tão simples. Obrigada por abrir as portas da sua mente e do seu coração para o mundo. Certamente foi de grande valia para mim!

Bjos,

Com carinho…

Thaís

 

(Visited 512 times, 1 visits today)
Thaís Vilarinho

Mãe de dois meninos lindos Matheus e Thomás, Fonoaudióloga Clínica. Pratico corrida e Muay Thai. Adoro escrever, viajar, escutar música, ver um bom filme, sair e estar com a família e os amigos. Sou curiosa, adoro conhecer e aprender coisas novas.

Share This Post

Escreva um comentário