Eu não quero não ter tempo e nem ter mil funções

Eu não quero não ter tempo e nem ter mil funções

Vivemos em um tempo que as mulheres acham bacana ser multi! Boa mãe, boa profissional, boa mulher….boa, boa, boa em tudo. Sim, ainda ter o corpo bacana, saber falar outras línguas, saber cozinhar coisas deliciosas, super organizada, não esquecer o aniversário de ninguém, ser super conectada…um sucesso em tudo! Como assim um sucesso em tudo? Que loucura é essa? Equilibrar mil pratos para quê? Ouço mulheres falando com uma ponta grande de orgulho que só correm e não tem tempo para nada. Sinto pena, principalmente das que são mães, afinal mães precisam de tempo, já que escolheram criar um ser humano.

O acúmulo de funções somado a tecnologia na palma da mão, que abre mil janelas por segundo, tem nos distanciado de nós mesmas. Somos a geração de mulheres mais aceleradas da história do planeta.

Será que não está na hora de desacelerarmos e fazermos algo inteligente e sensato? Escolhas! Sim, escolhas! Cada escolha uma renuncia, claro! Acho que o grande problema de nós mulheres é  aceitarmos as renuncias. Precisamos olhar para dentro e entendermos o que realmente importa para a gente. Precisamos parar e repensar.

Quais são as suas prioridades? Pense e defina. O que sobrar não tente carregar, deixe ir. Com certeza você vai se sentir mais leve. Esse é o novo “cool” essa é a nova mulher: livre de mil funções. Uma mulher que se conhece e não quer carregar o mundo nas costas, uma mulher que sabe fazer escolhas e aceita todas as renuncias! Equilibrar mil funções já era mães fora da caixa! Seja leve, desacelere!

(Visited 249 times, 1 visits today)
Thaís Vilarinho

Mãe de dois meninos lindos Matheus e Thomás, Fonoaudióloga Clínica. Pratico corrida e Muay Thai. Adoro escrever, viajar, escutar música, ver um bom filme, sair e estar com a família e os amigos. Sou curiosa, adoro conhecer e aprender coisas novas.

Share This Post

Escreva um comentário