O lado positivo do NÃO para as nossas crianças!

O lado positivo do NÃO para as nossas crianças!

Dizer NÃO aos filhos, assunto que deixa a cabeça das mães quente e cheia de dúvidas!

Hoje em dia tudo o que mais escutamos é que devemos conversar com os filhos, que tudo deve ser demasiadamente explicado etc. Concordo que devemos conversar e explicar o que acontece para eles, e que isso é extremamente importante. Porém, chega uma hora que nos encontramos em situações de birra e não aceitação do que falamos tão grande por parte deles, que a conversa deve encerrar e o não ser dito firme e com toda a autoridade de mãe que nos cabe.

Sabe aquela frase:” Não é não e acabou.” Então, nessas horas que você já explicou, conversou, a criança continua relutando, e o não continua sem aceitação, essa frase famosa entra perfeitamente da seguinte forma: “Já que eu  falei, te expliquei e você não quer entender, o negócio é o seguinte, sou sua mãe e não é não e acabou!” Simples assim?NÃO! E quem disse que seria fácil criar e educar filhos não é mesmo?

Sabemos que dizer não aos filhos implica em várias coisas desagradáveis como cara feia, criança irritada, confusão, desarmonia e tantas outras coisas. Entretanto, é o não dito por você que fará seu filho ter os limites necessários para que ele se desenvolva emocionalmente seguro e feliz.

Acho que o não tem vários sentidos importantes na vida de um ser humano. O não ensina o que é  frustração, o que é respeitar, faz a criança pensar e aceitar quem está no comando e, principalmente, sobre o amor.

Sobre o amor? Sim, sobre amor! O que você acha que uma criança aprende quando a mãe diz, por exemplo, que não aceita que o filho não dê atenção a sua avó? No longo prazo, essa criança irá entender a importância do diálogo entre avós e netos e isso resulta em experiências de amor que se o não não fosse dito em determinado momento, talvez essas experiências não tivessem acontecido.

Quando eu era criança, e principalmente na minha adolescência, lembro-me muito bem dos diversos nãos que escutei dos meus pais.

Thaís não aceito falta de educação!

Não aceito que você não cumprimente as pessoas.

Você  só irá a boate quando acharmos que tem idade e maturidade adequada para isso.

Thaís não aceito que você nos esconda como vai na escola, gostamos de saber de tudo o que se passa com relação a sua vida escolar para podermos te ajudar da melhor forma possível!

Não aceitamos que você pegue nada de ninguém sem permissão.

Thaís não aceito que não de atenção para os seus avós que sentem muito prazer em estar com você.

Não aceitamos que você minta para nós pois te damos liberdade para conversar e se abrir conosco.

Thaís não aceitamos que você não ofereça ajuda na hora de arrumar a mesa para as refeições e para lavar os pratos após terminar.

Thaís você não pode descumprir combinados estabelecidos previamente.

Não aceitamos que exclua nenhum amigo das brincadeiras. Isso é uma atitude muito feia! Sempre temos que pensar se gostaríamos que fizessem conosco o que estamos fazendo com o outro.

E por aí vai…

Hoje vejo que tantos nãos, somados a muito amor e autoridade de pai e mãe, refletem no que sou hoje!

Por isso quando você (com todo o seu instinto materno) sentir que o não deve ser dito, diga com muita tranquilidade firmeza e segurança de que isso um dia refletirá no adulto que o seu filho vai se tornar!

Dizer não (lógicamente que na medida certa) para os filhos, é também dizer sim para que eles sejam seres humanos felizes e bem resolvidos na vida adulta.

(Visited 357 times, 1 visits today)
Thaís Vilarinho

Mãe de dois meninos lindos Matheus e Thomás, Fonoaudióloga Clínica. Pratico corrida e Muay Thai. Adoro escrever, viajar, escutar música, ver um bom filme, sair e estar com a família e os amigos. Sou curiosa, adoro conhecer e aprender coisas novas.

Share This Post

Escreva um comentário